QUALIDADES OU CAMINHOS DE OXUM

 




















ABAE OU MABE - Possui conexão com Yemanjá, governando os aspectos maternais de Oxum, envolvendo relações entre mães e filhas, ancestralidade e características herdadas nessas relações. Associada à fertilidade e à procriação de peixes de água doce, esta qualidade está ligada às estações lunares e ao encontro das águas doces e salgadas. Também simboliza a maturidade sentimental e reprodutiva feminina.

ABALU ou ABALO - A mais idosa de todas, é considerada velha e envolvida em ações misteriosas relacionadas, possivelmente, à prática da feitiçaria. Mãe de numerosos filhos e netos, é severa, autoritária e ciumenta, apreciando oferendas de hortênsias. Tem forte ligação com Omolú, o Orixá da peste, acompanhando-o em suas jornadas pelo mundo, e é guardiã do Iyawô durante o período de kelê.

ABOMI OU OMI OU OMIN OU LOMIN - Um dos nomes ou qualidades de Oxum, significando 'Senhora da água'. Suas filhas têm o direito de usar o Jogo de Adivinhação com até 16 búzios e não tem conexão com os demais Orixás. Considerada uma das mais antigas devido ao longo tempo de culto.

ABOTÔ OU YABOTO OU BOTO OU OSOGBO OU OGBO - Representa o aspecto maduro da orixá, sendo feminina e coquete. Relacionada ao parto e nascimento, ajuda as mulheres a terem filhos. É a origem de Oxum e seu culto ocorre nas nascentes dos rios, sendo associada aos encontros das águas doces e salgadas. Conhecida como a Oxum das nascentes, deu origem ao nome da cidade de Osogbo.

ADOLÁ - Senhora dos cabelos, representa a beleza feminina e o adorno facial. Protege todos que dependem dos cabelos para sobreviver. É a receptora dos cabelos de um Iyawó ao completar um ano de feitura.

AJAGURÁ ou AJAGIRA - Senhora de todas as aves de penas coloridas e aves aquáticas e terrestres. Responsável pelo Ekodidé e pela apresentação do Iyawô à sociedade. Jovem e guerreira, tem enredo com Aganju e é parte da nação nagô.

AKURA IBÚ - Representa a inconstância do caráter feminino, presente nos locais onde as águas do rio se encontram com as do mar.

APARÁ ou OPARÁ - A mais jovem, com instinto guerreiro, muitas vezes confundida com IANSÃ. Dona dos objetos cortantes, sendo proprietária da navalha. Veste-se predominantemente com branco, azul-claro ou rosa-claro, e tem fundamento com Yemanjá, Oxalá, Oyá, Ogum, Omulu e Oxossi.

AYALÁ, ALANLÁ, ALÁ ou ÌYÁNLÁ - Com forte ligação com OGUM, é uma das mais antigas e relaciona-se com as Yamis. Retém o poder sobre a bolsa lacrimal, manifestando através das lágrimas de alegria e tristeza. Participa no Axexê, representando o sofrimento através da lágrima. Teria sido esposa de Ogum e trabalhava com ele na forja.

AWE - Representa o poder feiticeiro da mulher, desprovida de escrúpulos e piedade, liderando a Sociedade Gueledé.

BUMI - Reflete o gosto pela riqueza e opulência, apresentando-se com pulseiras, brincos e colares de ouro.

EDE - A mulher madura, consciente de sua graça e elegância, representando o lado ambicioso e diplomático de Oxum.

FUMIKE - Representa a mestra que orienta e ensina os filhos nas primeiras palavras e passos no contato inicial com o mundo e a vida.

IYÁ OMERIN, IBERIN OU MERIN MERIN - Protege o Iyawô no período de kelê, sendo feminina, elegante e rica. Liga-se a OGUM e possui sérios fundamentos com Egun.

YEYE IYÁ OMÉRIN - Ligação com Ayrá e Oxalufã, veste amarelo e branco.

IBUKOLA - A sedutora irresistível que representa o poder de sedução feminino.

IJIMÚ, YGEMUM - Rainha entre todas as OXUNS, com estreita ligação com as IYAMI-AJÉ, ostentando o título de Yalode. Responsável pelo okutá, ela governa tudo que vive no fundo dos rios, e tem o poder de segurar uma gravidez conturbada.

IKOLE - Seu mito a liga a Iemanjá e Ode Erinlé. Transformou-se em uma ave.

IPETU - Ingênua e sensual, tem um enredo com Obaluaiê, vestindo tecidos estampados, predominantemente amarelo.

KAYODE - Representada pela dança de Oxun, repleta de movimentos sensuais.

KARE - Muito guerreira, auxilia movimentos ligados à abundância e fertilidade, com o poder da multiplicação do útero. Relaciona-se a Oxóssi Inle e Logun-Edé.

LOBÁ-GUERÊ OU GUERÉ - Oxum velha que dirige os trabalhos com auxílio do Exu Laboré Fumen, com ligação a Xangô.

MIWA - O Espírito das Águas Doces, ligada ao processo de gestação, protegendo o feto durante a gravidez.

YEYE ODÓ - Reina nas nascentes dos rios, muito parecida com Yemanjá, vestindo branco e azul.

OGA ou OLÓKO - Velha e brigona, representa a mulher envelhecida, cheia de manias e preconceitos, protegendo os idosos.

OMINIBU - Oxum mais jovem, vivendo na nascente do rio, com ligação a Oxóssi e veste branco e dourado.

PONDA OU YPONDÁ OU PANDÁ - Guerreira, rica e bela, governa a criação infantil e é a verdadeira mãe de Logún, senhora da inocência.

YEYE OKÉ OU LOKE - Muito guerreira, similar a Ox














Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

+ de 2000 Mil simpatias poderosas do Caldeirão das Bruxas Amor Saúde, Dinheiro,  Abre caminhos, jogos e muito mais ..

Invocações dos sete Arcanjos da Riqueza

Orações invocações encantamento de Bruxas Agindo no anônimo Sigilo para  alcançar  tudo que desejar